Um passeio pelo Boulevard Olímpico Rio 2016!

Quem não entrou no clima das olimpíadas, boa pessoa não é (já dizia o ditado!). Mesmo que você não seja um grande admirador dos esportes, foi quase impossível não se envolver pelo clima olímpico que ficou na cidade por duas semanas. E além das instalações esportivas, o grande protagonista desse evento foi o povo. E que lugar melhor pra juntar a população do que o recém inaugurado Boulevard Olímpico?

Bom, pra quem não é do Rio, fica difícil explicar o quão essa cidade mudou por causa das olimpíadas. Foram anos e anos de obras que pareciam não acabar nunca, mas que mudou totalmente a cara do centro da cidade, que antes era totalmente abandonado e perigoso e virou o novo xodó do carioca com o Museu do Amanhã, a nova Praça Mauá, a Orla Conde, a Pira Olímpica, o VLT e mais pra frente o Aquário do Rio. Sério, gente, depois dá uma pesquisada na internet e procurem o antes e depois dessa área da cidade (adeus, Perimetral!!)

Eu, como todo carioca, caí de amores por esse novo pólo gastronômico/cultural e fui cedinho um dia para tentar registrar alguns pontos bacanas para vocês conhecerem quando forem lá visitar, até porque, a maioria das atrações ficarão permanentemente na cidade.

Comece o passeio pela Orla Conde, um caminho que liga a Praça XV até o Museu do Amanhã. Por ela você tem acesso a algumas instalações da Marinha e a Ilha Fiscal. Você também passará em frente à Candelária e a Pira Olímpica (que segundo me disseram, ficará forever alí, mesmo depois das paraolimpíadas).

SONY DSC

SONY DSC

Depois, fui para o Museu do Amanhã. Já falei dele neste post, mas mesmo que você já tenha o visitado inúmeras vezes, é difícil ignorá-lo e não dar mais uma passadinha pelos seus jardins. Alí em frente também ficam varios food trucks, artistas de rua fazendo perfomances, tem a logo da “Cidade Olímpica” para tirar fotos, o MAR (Museu de Arte do Rio) e uma praça onde os jogos principais foram transmitidos.

E por fim, fui caminhando em direção a antiga zona portuária, hoje o Porto Maravilha e o Boulevard Olímpico. Nele estão o painel do Kobra e outros grafites, os armazéns que sediaram algumas instalações de marcas (tinha da da Coca-Cola e da NBA) e muitos, muitos, muitos artistas de rua, fazendo música e vendendo artesanato. O Boulevard termina no Aquário do Rio, que será inaugurado ano que vem e promete ser o maior da América Latina!!

Vale a pena visitar, não vale? Espero que a energia dessa olimpíada fique por muito tempo neste espaço tão cativante e que a gente consiga manter a movimentação por lá e não deixar este espaço abandonado de novo! Me despeço com o pôr do sol visto do Museu do Amanhã <3

Leave a Reply